Companhia de eletricidade de Moçambique corta energia ao parlamento moçambicano.

Posted by

A Eletricidade de Moçambique (EDM) cortou, por dois dias, o fornecimento de energia ao parlamento moçambicano devido a dívidas, disse esta sexta-feira à Lusa o porta-voz da empresa pública, Luís Amado.

“Acabámos cortando a energia devido a dívidas”, disse à Lusa Luís Amado, sem, no entanto, avançar o valor da dívida.

Segundo o porta-voz da EDM, o parlamento ficou dois dias sem energia, mas a situação foi resolvida após as partes chegarem a um acordo. “Acabamos chegando a um consenso , em que o parlamento paga metade da sua dívida”, acrescentou a fonte.

Uma fonte ligada ao parlamento moçambicano disse à Lusa que a instituição teve de recorrer a um gerador durante o período.

Em novembro do ano passado, a EDM cortou energia à Direção Provincial da Saúde da Zambézia e a 15 instituições de ensino público em Manica devido a uma devida de 20 milhões de meticais (283 mil euros) e 40 milhões de meticais (567 mil euros), respetivamente.

Até setembro do ano passado, o Banco de Moçambique devia cerca de 36 milhões de meticais (510 mil euros ) à EDM, um valor correspondente a o fornecimento de energia e outros serviços.

Fonte: Lusa, Observador

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.