ALERTA: Sonangol recebe dividendos do BCP. Cada 500 ações dão um euro.

Posted by

São 0,2 cêntimos de euro, ou 0,002 euros. É este o valor do dividendo que o Banco Comercial Português (BCP) começa a entregar, a partir de hoje, aos seus acionistas, tanto grandes como pequenos, fruto dos lucros obtidos no ano passado. É o regresso do banco liderado por Miguel Maya à remuneração dos investidores após quase uma década sem o fazer.

O banco fechou 2018 com lucros de 301,1 milhões de euros, tendo destinado 10% desse valor para o regresso ao pagamento de dividendos, cumprindo o compromisso assumido com os investidores. Essa “fatia” dos resultados líquidos significa que os acionistas vão ver entrar nas suas contas 30,1 milhões.

Tendo em conta as mais de 15 mil milhões de ações que compõem o capital do BCP, a distribuição desse valor traduz-se num valor unitário de 0,2 cêntimos por ação. É um valor muito reduzido que obriga a ter muitas ações do banco para que seja percetível o incremento do saldo da conta.

Grandes investidores encaixam milhões

Para os grandes investidores, apesar de o valor do dividendo ser exatamente o mesmo, será mais fácil perceber que a conta “engordou”. Tanto Fosun como Sonangol, mas também a BlackRock, vão receber vários os milhões de euros.

Fosun, que é a maior acionista do banco português, com 27,25% do capital da instituição, vai encaixar 8,23 milhões de euros com os 4,1 mil milhões de títulos, enquanto a Sonangol recebe 5,9 milhões de euros. A gestora norte-americana receberá pouco mais de um milhão de euros.

Abaixo da fasquia dos milhões surge a EDP que fruto dos 315 milhões de títulos se prepara para encaixar 630 mil euros com os dividendos do BCP.

A empresa angolana parece assim ter abraçado a agenda de 2017 que considerava a presente participação como estratégica, e abandonado a visão adoptada em 2018 que previa uma potencial venda.

Fonte: Eco, Cidadela

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.