Rakuten “lucra” US $40M em Receitas após parceria com Golden State Warriors

Posted by

Para uma geração de fãs da NBA, os Golden State Warriors tornou-se em sinónimo de vitória.

Na quadra, tiro certeiro Stephen Curry e companhia, actualmente disputam seu quarto campeonato em cinco temporadas; Além disso, a Golden State atingiu uma série de empreendimentos recentes – entre eles, o principal acordo de patrocínio de camisola com o gigante japonês de e-commerce, a Rakuten.

O acordo foi anunciado em Setembro de 2017 como parte de um programa piloto de três anos instituído pela NBA, no qual cada uma das 30 equipes da liga tinha permissão para vender espaços publicitários de 2,5 polegadas por 2,5 polegadas em seus uniformes de jogo aos anunciantes. Embora o patrocínio de camisolas, já fosse uma realidade em outras ligas Norte-Americanas como na MLS e a WNBA e recentemente na MLB , o programa da NBA é o único entre às quatro maiores ligas americanas.

“Os Adesivos nas Camisolas são únicos porque as pessoas estão sempre tirar fotos aos jogadores, as equipes postam os destaques dos jogadores, e há todo esse foco entorno aos jogadores e as marcas”, disse Matt Balvanz, vice-presidente sénior de Analytics da Navigate, uma empresa de pesquisa desportiva e entretenimento. A Navigate analisou cinco ofertas de adesivos da NBA – não incluindo Warriors-Rakuten – e valorizou todas elas acima de suas taxas anuais de patrocínio, que variavam entre US $ 3 e US $ 7 milhões.

E se você notou que os patrocinadores parecem um pouco … aleatórios? Bem, você não está errado. Os participantes incluem o site de relacionamento Bumble (Los Angeles Clippers), o Blue Diamond Almonds (Sacramento Kings) e até a parada de caminhões e a rede de lojas de conveniência Love’s (Oklahoma City Thunder). Independentemente disso, o programa provou ser bem sucedido. “A maioria dos parceiros não gastava um dólar com a NBA antes do programa, então você não canibalizou nenhum pedaço de sua empresa – foi tudo crescimento”, disse Mike Kitts, vice-presidente de Parcerias Corporativas do Warriors.

Muitos dos patrocinadores têm algum tipo de conexão local com sua equipe de parceria, mas a Rakuten é a única empresa com sede internacional a se registrar (além da Sun Life Financial, que tem sede em Toronto e patrocina o Toronto Raptors). Então, como os Warriors assinaram com a Rakuten, uma empresa japonesa de plataforma de e-commerce B2B e fornecedor de cupons, em um negócio supostamente de US $ 60 milhões em três anos?

“Como organização, estávamos realmente a florescer, realmente a nos tornar numa marca global”, disse Kitts. “Rakuten foi muito intencional e foi bom negócio para eles. Isso realmente está ligado a suas iniciativas de longo prazo aqui na América do Norte. ”Isso se traduziu em mais do que apenas remendos nas Camisolas: a Rakuten também se tornou o Parceiro Oficial de E-Commerce, Parceiro Oficial de Vídeo sob Demanda e Parceiro Oficial de Marketing de Afiliados dos Warriors e foi premiado com direitos de nomeação para o centro de prática de Warriors ‘Oakland.

Rahul Kadavakolu, diretor executivo da Global & Group Marketing & Branding / Sports Entertainment Partnerships na Rakuten, diz que a parceria tem sido “um começo extremamente positivo em termos de consciencialização e participação” e, embora ele não o tenha atribuído directamente à parceria com os Warriors, a Rakuten recentemente também recebeu novas oportunidades de parceria.

Apenas um mês após anunciar o acordo Warriors, a NBA anunciou uma parceria plurianual com a Rakuten para trazer “abrangente cobertura ao vivo da NBA para o Japão” via NBA League Pass, NBA.com, o aplicativo da NBA e a Rakuten TV. Em Janeiro deste ano, a Rakuten também anunciou uma parceria com Stephen Curry, que o chamou de Embaixador da Marca Rakuten, o patrocinador principal digressão de Curry. Então, em Março, a NBA e a Rakuten juntaram -se para anunciar um par de jogos de pré-temporada entre os Houston Rockets em Toronto Raptors na cidade de Saitama, Japão em Outubro – a primeira vez que a NBA regressa ao Japão desde 2003.

Os Warriors, por meio de novas regras com a NBA, também trabalharão com a Rakuten para disponibilizar em breve as camisas com emblemas no site da Rakuten no Japão – até agora, a única camisa com emblema não vendida em uma loja operada pela liga. “A NBA e o basquetebol foram muito populares no Japão durante a maior parte dos anos 90”, disse Kadavakolu. “Achamos que isso poderia ser uma oportunidade para trazer o basquetebol de volta como um desporto convencional … E achamos que essa seria uma boa oportunidade para nossos negócios de streaming e sob demanda”.

Como é o caso da maior parte do marketing baseado em exposição, o acordo de patrocínio entre Warriors-Rakuten – como Kitts e Kadavakolu se referem a ele – está fazendo suas ondas mais barulhentas em novas medias. “Estamos a colocar um grande ênfase na parte digital”, disse Kitts, que destacou as promoções que os Warriors executaram através da Rakuten com redes sociais parceiras como Weibo e Viber para tocar em regiões que a Golden State ainda não possui alta penetração . “Na medida em que podemos nos conectar à Rakuten e nos promover no Japão, esse é um mercado que acreditamos estar absolutamente maduro para o basquetebol.”

A GumGum Sports, uma empresa de inteligência artificial que analisa exaustivamente o valor de media dos patrocínios desportivos, os Warriors geraram 19 milhões de dólares em valor para a Rakuten na temporada 2018-19 apenas do valor da social media (com US $ 3,8 milhões provenientes da operação das contas da equipa). Adicionando a transmissão de televisão a esse cálculo, e a GumGum reporta um valor gerado “ao norte de US $ 40 milhões”, o que seria um retorno saudável do investimento para a Rakuten, com base na taxa de patrocínio anual de US $ 20 milhões.

Naturalmente, a corrente dinástica dos Warriors no final da década é o factor de lucratividade da parceria. “É significativo”, disse Kadavakolu. “Obviamente, uma vez que eles chegam às finais, isso é mais exposição de todas as formas possíveis.” A Rakuten sabe muito bem de sua parceria com um dos principais clubes de futebol Europeu, o FC Barcelona, ​​que chegou às semifinais da Liga dos Campeões este ano. “É também uma oportunidade de fazer parte da história”, acrescentou Kadavakolu.

A temporada de 2019-20 marcará o último dos três anos de testes mencionados acima, mas os retornos até este ponto silenciaram os críticos. “Nós não vimos um nível de queda em uma compra na loja ou uma compra na equipe porque as pessoas estavam” tentando evitar o emblema “, disse Kitts. “Na verdade, estamos vendo 100% de grande adesão disso … Se você quiser analisar os KPIs, isso é um grande sucesso. E então a economia que superou em muito as expectativas de todos. Então, acho que todos esses sucessos agregados nos dizem que este programa está aqui para ficar a longo prazo. ”

Ou, dito de outra forma, é um emblema de sucesso.

Fonte: Fortune, Yahoo

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.