África do Sul quer duplicar visitas de turistas internacionais em 10 anos.

Posted by

O presidente Cyril Ramaphosa quer aumentar a entrada de turistas na África do Sul internacionais para 21 milhões até 2030.

“Vamos conseguir duplicar o número de turistas através do rebranding do país, introduzindo um regime de vistos de classe mundial e orientando o nosso com foco nos mercados da China e da Índia e no resto do nosso continente”.

No seu discurso ao Parlamento sobre o Estado da Nação , Cyril Ramaphosa disse que o governo está determinado em garantir que os turistas que vão à África do Sul sintam-se seguros, acrescentando que apenas medidas extraordinárias estarão na base da concretização da Visão 2030.

“Queremos uma África do Sul onde todos desfrutem de conforto e prosperidade. Queremos uma África do Sul que priorize as suas redes ferroviárias e que produza trens de alta velocidade conectando as nossas megacidades com as áreas mais remotas de nosso país. “Eu sonho com uma África do Sul onde a primeira cidade inteiramente nova construída na era democrática se ergue, com arranha-céus, escolas, universidades, hospitais e fábricas.”

Devemos restaurar o Plano Nacional de Desenvolvimento (PDN) e torná-lo vivo, torná-lo parte da experiência sul-africana. “À medida que a África do Sul entra nos próximos 25 anos de democracia, em busca dos objectivos do NDP (National Development Plan), vamos estabelecer uma meta ousada e ambiciosa, um propósito unificador, ao qual dedicaremos todos os nossos recursos e energias”, disse Ramaphosa.

O Cidadela constata que Ramaphosa, como grande parte dos líderes Africanos, ainda não entendeu que gastar todos os recursos e energias em metas ousadas e ambiciosas é receita garantida para o insucesso.

Fonte: AllAfrica

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.