O índice que media evolução do dólar face às principais congéneres mundiais está a subir pela segunda sessão consecutiva, depois de ter sido fortemente penalizado na semana passada pela expectativa de que a Fed vai cortar os juros nos Estados Unidos. A subida ligeira da nota verde, na sessão de hoje, acontece apesar de o presidente da Reserva Federal ter voltado ontem a dar sinais nesse sentido, garantindo que “uma onça de prevenção é melhor do que uma libra de cura”.

A moeda dos Estados Unidos sobe 0,07% enquanto o euro cai 0,02% para 1,1365 dólares. 

Fonte: Jornal de Negócios