A passagem de Magic Johnson pelo Los Angeles Lakers como dirigente foi conturbada, com algumas decisões colocadas em cheque. O ex-jogador da franquia pediu demissão de forma precipitada e surpreendeu a muitos. Uma dessas decisões foi em 2017: o então presidente dos Lakers trocou D’Angelo Russell para o Brooklyn Nets e deu uma despedida mordaz sobre o base que a escolha do draft pela equipa em 2015, na segunda posição: “O que eu precisava era de um líder”.

Porém, segundo Bill Oram, do The Athletic, Magic mudou de opinião sobre Russell: “agora ele está pronto”, disse. “Ele está muito mais maduro. Eu disse apenas uma coisa, que ele era imaturo naquela época. Ele sempre poderia pontuar, mas nunca jogariam com ele por causa do que ele fez (sobre vídeo divulgado de Nick Young em uma situação constrangedora). Mas agora todos esses jogadores foram e ele está em outro nível agora.”

Poder dar declarações abertamente sobre quais jogadores devem ir para os Lakers foi exactamente um dos motivos que Magic alegou ao sair do cargo de dirigente. Agora ele fala sobre um atleta de qualquer equipa sem ser acusado pela NBA de aliciar ninguém. Johnson pode indicar a composição do plantel sem ter que se responsabilizar por isso.

Johnson tem certa razão, Russell realmente evoluiu nos Nets. Porém, isso deveria ser esperado pelos dirigentes acerca de um jogador tão jovem com talento. Contudo, Johnson resolveu não apostar no talento do jovem base na época.

D-Lo poderia ter se tornado uma estrela em Los Angeles sem a necessidade da troca. Agora, boatos ligam o nome dele aos próprios Lakers, uma vez que Russell será free agent restrito a partir de 30 de Junho.

Fonte: The Playoff