Ao medir a acumulação de riqueza, muitas pessoas tendem a pensar em segmentos, sendo que o nível mais alto está entregue aos bilionários, cuja riqueza os coloca muito acima dos outros, do ponto de vista monetário, mas também em evidência, onde são frequentemente procurados para orientação em relação a empreendimentos e actividades comerciais.

No entanto, historicamente, a riqueza esta está associada a um perfil: homens caucasianos. Embora o paradigma tenha sofrido algumas alterações ao longo dos últimos anos, muitos se surpreenderiam ao saber que dos 2043 bilionários do mundo, apenas 11 são negros. Isabel dos Santos é uma destes 11, e olhando para a sua vida profissional, pode ser um guia instrutivo global.

Representação contribui para a oportunidade.

Uma das razões pelas quais a presença de bilionários negros entre os indivíduos mais ricos do mundo é importante está relacionada com a questão da representação étnica e na forma como a representação pode promover oportunidades a uma gama diversificada de pessoas. O poder, incluindo o poder monetário, tem uma tendência a ser distribuído para aqueles que fazem parte dos mesmos grupos que detiveram o poder anteriormente. Assim, à medida que o mundo começa a ver uma maior representação dos negros entre os bilionários, é natural esperar que esses indivíduos procurem usar o poder derivado de sua riqueza monetária para ajudar as pessoas em suas comunidades. Tal situação poderia ajudar aqueles que historicamente foram marginalizados devido a condições económicas, em dificuldades em seus países de origem.

Este é, de fato, o caso de Dos Santos, que frequentemente usou sua posição como líder na comunidade empresarial africana para promover oportunidades para o continente. Ela é palestraste habitual em conferências internacionais, com o objectivo de promover o desenvolvimento em África e entre os países mais pobres do mundo. Um tópico muitas vezes levantado por Isabel dos Santos prende-se com a importância do desenvolvimento tecnológico nas nações pobres. A empresária reconhece, deste modo, a capacidade do desenvolvimento da tecnologia para aumentar as oportunidades económicas em África, da mesma forma que acontece nas nações mais ricas.

Fundo em Tecnologia

O foco na tecnologia talvez não seja surpreendente, dada a área de especialização da bilionária angolana, em grande parte de seu trabalho. Como chefe da Unitel, a maior empresa de telecomunicações de Angola, ela utilizou avanços tecnológicos para melhorar as habilidades de comunicação em todas as regiões do país. No processo, sua empresa instituiu melhoria de infraestrutura e aumentou o acesso a oportunidades económicas por meio da criação de mais de 50.000 empregos.

O avanço tecnológico, ao longo das últimas década, foi desde sempre uma preocupação da Empreendedora. Para incentivar ainda mais a adopção de tecnologia em Angola, sua empresa de telecomunicações começou a instalar cabos de fibra óptica de alta velocidade no país. O objectivo é ter uma rede de dados que rivaliza com as encontradas em países do hemisfério ocidental. Esse acesso à tecnologia avançada pode oferecer oportunidades para participar da grande economia global centrada na Internet.

Trazer a perspectiva internacional para a África

Da mesma forma que o ponto histórico de Dos Santos como uma bilionária negra está a ajudar a trazer oportunidades para seu continente natal, ela também está firme na comunidade internacional. Educado em Kent, na Inglaterra, para o ensino fundamental e médio e, mais tarde, em Londres para universidade, a empreendedora cresceu com uma visão em primeira mão do mundo além das fronteiras de seu país de origem. Juntamente com essa perspectiva, havia uma base educacional em engenharia que a serviu bem quando se envolveu na solução de problemas com relação aos seus diversos empreendimentos comerciais.

Esse entrosamento na economia global e na tecnologia proporcionou à empresária a capacidade de identificar o potencial económico em uma série de empreendimentos. Isso, novamente, proporcionou aos africanos maior acesso a empregos e experiência internacional por meio de projectos que oferecem a chance de viajar para fora de seus países de origem. Este é outro exemplo do maior acesso a oportunidades que vem com a representação no nível superior dos indivíduos mais ricos do mundo.

Sucesso por Modelos

Outro aspecto notável do status de bilionário de Isabel dos Santos é que, além de ser apenas um das onze bilionários negros do mundo, ela é uma das duas mulheres desse grupo maioritariamente masculino. A outra pessoa com quem ela compartilha essa distinção é Oprah Winfrey. Seu sucesso como parte de um grupo historicamente sub-representado, entre os indivíduos mais ricos, não só forneceu oportunidades para os outros, mas também destacou a empresária como um modelo para muitos.

A capacidade de Dos Santos para fornecer inspiração para grupos sub-representados para lutar pelo sucesso é importante tanto de uma perspectiva histórica quanto prática. Em um mundo moderno, que busca trazer o benefício de novas tecnologias para todos, as oportunidades ainda são desproporcionalmente alocadas ao longo das linhas de poder existentes. Indivíduos ricos, que pertencem a grupos que lutam para encontrar visibilidade nos mais altos níveis de sucesso, fazem muito para ajudar a causa de seus compatriotas, modelando como esse sucesso pode ser. Nesta área, novamente, a empresária está promovendo a causa do aumento do acesso à riqueza e ao potencial económico em toda a África e em todo o mundo.

Embora os bilionários representem apenas uma pequena percentagem da população global, o impacto que eles podem ter em suas comunidades e além pode ser muito grande. É, portanto, digno de nota quando pessoas que pertencem a grupos sub-representados, como Dos Santos, tornam-se parte deste grupo mais rico de indivíduos. Com a influência exercida por esses indivíduos, juntamente com sua capacidade de modelar o sucesso para os outros, eles fornecem um contra-exemplo emergente para a falta histórica de diversidade que muitas vezes acompanha o poder. Para aqueles interessados em como essas dinâmicas estão mudando lentamente no mundo moderno, esses exemplos são uma lição interessante e informativa sobre a mudança económica.

Fonte: Positive The Facts