Angola registou uma queda no valor das reservas internacionais líquidas que terminaram o mês de maio cifradas em 10,3 mil milhões de dólares.

A quebra é avaliada em 508 milhões de dólares face ao mês de abril, sendo assim o segundo valor mais baixo dos últimos anos.

Em relação a dezembro de 2018, as reservas internacionais líquidas registaram uma redução de 354 milhões de dólares, uma quebra média mensal de 71 milhões de dólares.

Fonte: BPI Estudos de Publicações