Comboio de luxo apita no Luena.

Posted by

Angola prepara se para receber hoje, no Luena, província do Moxico, o primeiro comboio turístico da Rovos Rail, um operador da África do Sul, que entra pelo Luau, com meia centena de turistas, entre sul-africanos, norte-americanos, ingleses, suíços, holandeses, australianos e neozelandeses.


A coordenadora do escritório da Benguela Turismo/Alive Travel, Rebeca Barreiros, avançou à Angop que o país começa a estar na rota dos destinos para este segmento, com a partida dos turistas de Dar Es Salaam, que passaram pela Zâmbia e República Democrática do Congo (RDC), tendo como destino final a cidade do Lobito, na província de Benguela.
“Em 2020, estão programado dois comboios, um a chegar e outro a partir. Em 2021, a mesma situação”, acrescenta a também técnica de turismo, garantindo que tem confirmação, com pedidos de reserva, para as quatro viagens.
Rebeca Barreiros ressaltou o interesse dos operadores turísticos em trazer mais turistas de comboios, estando já a estudar outros trajectos futuros, que poderão ser incluídos na linha do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB) e conciliar com outros destinos africanos.
A responsável considera o produto turístico inédito em Angola, que é fruto do trabalho que a Benguela Turismo e o operador sul-africano Rovos Rail têm vindo a desenvolver desde 2015 e é reflexo da facilidade, cada vez mais, da obtenção de vistos de entrada em Angola pelos turistas, através da plataforma online do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME).
O roteiro para recepção dos 60 excursionistas, que escalam hoje a cidade do Luena, foi definido pela Comissão Nacional Multissectorial para a Recepção do Comboio Turístico.
Acérrima defensora do turismo interno, Rebeca Barreiros afirma que os bilhetes para as viagens de 2021 foram totalmente vendidos a um operador turístico neozelandês/australiano, o que coloca Angola no mapa do turismo internacional nos próximos anos.
Antes de partir para o município fronteiriço do Luau, o coordenador da comissão, Afonso Henriques dos Santos Vita, explicou que os turistas têm chegada prevista para às 20 horas de hoje na cidade do Luena.
O roteiro turístico inclui, entre outros locais históricos culturais, o Monumento a Paz e a Sé Catedral da Igreja Católica.
O programa inclui igualmente uma feira no Monumento a Paz, para que os turistas adquiram artigos artesanais, de modo a eternizar a sua passagem pela cidade de paz. O também director nacional de infra-estruturas e produtos turísticos do Ministério do Turismo adiantou que os turistas, que viajam num comboio de luxo, vão poder tomar contacto com a situação turística e cultural do Moxico.
Aconselhou os cidadãos localizados ao longo do Corredor do Lobito a prestarem aos mesmos um acolhimento agradável, à maneira angolana, para que o país possa, futuramente, receber outras visitas do género.
Afonso Henriques dos Santos Vita informou que o país vai receber dois grupos de turistas, sendo o primeiro o que entra via Luau (Moxico) e o segundo, com o mesmo número de turistas (55 ou 60), via Luanda, através de navios cruzeiros. 
A directora de Instituto Nacional do Património Cultural, Cecília Gourgel, aconselhou o Gabinete Provincial da Cultura do Moxico a mobilizar músicos e outros agentes culturais para exibirem a identidade cultural local e, desta forma, incentivar os turistas a valorizarem e divulgarem, nos seus países, a cultura nacional.
A representante do Ministério da Cultura na comissão apelou, por esta razão, aos artesões para não inflacionarem os preços.
A comissão multissectorial, criada para facilitar a entrada dos navios cruzeiros e do Comboio Turístico em Angola, partiu ontem para o município fronteiriço do Luau.

Fonte: Jornal de Angola.

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.