Angola inicia apresentação de novos blocos petrolíferos em Setembro.

Posted by

A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG) de Angola inicia dia 3 de Setembro, em Luanda, a apresentação do concurso público de blocos petrolíferos nas bacias do Namibe e de Benguela, informou a instituição.

A apresentação do concurso público de nove blocos na bacia do Namibe e de um bloco na bacia de Benguela terá lugar depois de Luanda no Dubai, Emirados Árabes Unidos, Houston, Estados Unidos, terminando em Londres dia 23 de Setembro, segundo a informação divulgada quarta-feira em Luanda.

“Além do potencial geológico de cada um dos blocos a licitar, será ainda apresentado todo o enquadramento legal, fiscal e contratual inerente à participação no processo”, refere o comunicado.

O presidente do Conselho de Administração da ANPG, Paulino Jerónimo, afirma ser este um momento importante para Angola e para o sector petrolífero, lembrando que “a última vez que em Angola se realizou um processo de licitações petrolíferas foi em 2011.”

Angola, segundo maior produtor de petróleo de África, depois da Nigéria, já chegou a produzir 1,8 milhões de barris de petróleo/dia, mas devido ao desinvestimento dos últimos 10 anos regista um declínio na sua produção fixada agora em 1,4 milhões de barris/dia.

A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG) anunciou em comunicado ontem apresentações da licitação de blocos petrolíferos da Bacia do Namibe e Benguela para Luanda, Dubai, Houston e Londres, entre 3 e 23 de Setembro.

Na terça-feira, foi aberto o registo para os investidores interessados, de acordo com a ANPG, a concessionária de hidrocarbonetos, dando conta que as apresentações começam a 3 de Setembro, em Luanda, sendo o prazo de inscrição até ao dia 29 deste mês, seguindo-se Houston (EUA), em 10 de Setembro, Londres, em 17 de Setembro, e Dubai, em 23 de Setembro. “Além do potencial geológico de cada um dos blocos a licitar, será ainda apresentado todo o enquadramento legal, fiscal e contratual inerente à participação no processo”, refere a nota.

Fonte: Macauhub, Jornal de Angola.

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.