PRESIDENTE DE ANGOLA É O XIII MAIS PODEROSO DE PORTUGAL.

Posted by

De acordo com a publicação de hoje do Jornal de Negócios, o Presidente da República de Angola é o 13º mais poderoso de Portugal, sendo tal posição alcançada devido as “posições da Sonangol no BCP e na Galp” que “são a fonte onde Angola vai beber o seu poder” (em Portugal).

Os anos de 2018 e 2019 ficaram marcados por uma reaproximação diplomática. João Lourenço diz que as relações bilaterais estão no “pico da montanha”.

Para aquela publicação, as relações entre Portugal e Angola têm vindo a “minguar”, devido a crise económica que se abateu após a redução do preço do petróleo (em 2014), onde Angola passou a padecer de uma “ressaca” associada aos desequilíbrios macroeconômicos e políticas de deficientes, e a partir de 2017, com a entra do novo Titular do Poder Executivo, que afastou da esfera de governação aqueles que possuíam grandes negócios com Lisboa.

Lourenço, diz o diário, continua a “limpar” da sua esfera os Eduardistas, sendo que tal tarefa “hercúlea” merece elogios devido a coragem.
O Chefe de Estado angolano perdeu três posições, pois sai da 10ª posição para a 13ª.

A Sonangol detém 15,24% do BCP, segundo as últimas informações públicas. Aos preços atuais, essa posição está avaliada em 800 milhões de euros. Mas têm surgido notícias de que terá aumentado a posição para perto de 20%. A petrolífera angolana controla ainda 55% da Esperaza Holding. Esta entidade detém 45% da Amorim Energia que, por sua vez, tem uma posição de 33,34% na Galp. A posição indireta da Sonangol vale 945 milhões de euros.

Fonte: Jornal de Negócios.

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.