BNA liberaliza taxa de câmbio, sobe reservas para 22%. Câmbio poderá ter atingido nível de equilíbrio, com possibilidade de “Overshooting”.

Posted by

No mercado cambial, o Kwanza apreciou 7,7% face ao USD, na semana passada, com o câmbio médio a negociar em 461 na sexta-feira.

Esta apreciação deve-se à menor liquidez no mercado, resultante da subida do coeficiente de reservas obrigatórias em moeda nacional, de 17% para 22%.

Esta falta de liquidez reflectiu-se no mercado interbancário, com a subida da taxa LUIBOR overnight para 18,50% no dia de hoje – um aumento de 4,11p.p. desde o início de Outubro.

Por outro lado, no mercado paralelo o Kwanza depreciou para USD/AOA 690 na semana passada; com a liberalização das margens cambiais dos bancos, o cálculo do intervalo deverá ser feito entre o câmbio de venda de notas dos bancos e o mercado paralelo: assumindo o câmbio de venda de notas de USD do BFA, o intervalo está agora perto dos 35%.

A taxa de câmbio deverá ainda mostrar volatilidade nos próximos tempos – a nossa previsão é de que o câmbio de equilíbrio face ao dólar para o final de 2019 estará numa banda entre USD/AOA 490-510.

Comentário de Mercado

1| Na reunião do Comité de Política Monetária extraordinária de dia 23 de Outubro, o BNA confirmou “a implementação de um regime de câmbio flutuante em que a taxa de câmbio é livremente definida pelo mercado”.

A mudança vai de encontro à intenção do FMI reiterada na 1ª avaliação do Programa, em que afirmava que o excesso de procura de divisas só seria resolvido “quando a taxa de câmbio variar livremente a cada leilão.”

2| De facto, o BNA tem estado a permitir a determinação do valor do Kwanza a partir da 2ª semana de Outubro. Assim, a depreciação face ao Dólar em Outubro foi de 23,8%.

Desde o início do ano, o Kwanza perdeu 37,8% do seu valor face à moeda americana. Contabilizando a depreciação desde o final de 2017, o Kwanza depreciou 66,6% contra o Dólar, valendo assim apenas 1/3 do que valia a 31 de Dezembro de 2017 – em sentido inverso, no mesmo período o Dólar valorizou 199,0%, o mesmo montante em USD consegue comprar agora o triplo dos Kwanzas do que anteriormente.

3| De modo a contrariar o efeito inflacionário desta depreciação, o BNA decidiu igualmente subir o coeficiente de reservas obrigatórias em moeda nacional, de 17% para 22%.

Para moeda estrangeira, o coeficiente permanece em 15%. Além disso, o banco central decidiu igualmente aumentar de 0% para 10% a taxa de absorção de liquidez a 7 dias.

Fonte: BFA Estudos

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.