O Estado lançou, entre Fevereiro e Abril, Títulos da Dívida Pública estimados em 111 mil milhões de kwanzas (cerca de 194,4 milhões de dólares) e outros 48 milhões em dólares para financiar os compromissos do Tesouro Nacional.

Os números constam da programação de emissões da Unidade de Gestão da Dívida, através do Mercado Primário (onde as acções, obrigações e outros instrumentos de capital são vendidos pela primeira vez para a colecta de capitais de longo prazo).
No mês de Abril, previu-se um valor global de 25 mil milhões de kwanzas (pouco mais de 43,7 milhões de dólares) e oito milhões de dólares com a emissão especial de novos títulos públicos.
Concretamente, o que se pretende, com as novas emissões e outras de reaberturas, são um encaixe de 15 mil milhões de kwanzas (26,2 milhões de dólares) em Bilhetes do Tesouro (BT) e 10 mil milhões de kwanzas (17,5 milhões de dólares) em Obrigações do Tesouro Não Reajustáveis em Moeda Nacional. Os oito milhões de dólares são, de igual modo, em Obrigações do Tesouro, mas em moeda estrangeira.
No seu boletim de mercado diário, a Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA) faz saber que a taxa de rendimento para os Bilhetes do Tesouro (BT) é de 15,56 por cento na maturidade de 91 dias, 16,50 para 182 e 17,50 para 364 dias. Nas três maturidades, o montante oferecido foi de 8,1; 1,5 e 4,7 mil milhões de kwanzas, respectivamente.
Quanto às Obrigações do Tesouro, as maturidades disponíveis foram de 1,5, 2, 3 e 4 anos. As taxas de rendimento fixaram-se nos 21,25; 22,00; 23,25 e 23,00 por cento, com ofertas de 2,5 mil milhões de kwanzas para cada.
Ainda assim, os valores de Abril estão abaixo dos 36 mil milhões de kwanzas (63,07 milhões de dólares) e 20 milhões de dólares de Março. Em Fevereiro, o Estado buscou financiamento no Mercado Primário (onde as acções, obrigações e outros instrumentos de capital são vendidos pela primeira vez para a colecta de capitais de longo prazo) de 50 mil milhões de kwanzas (87,5 milhões de dólares) e 20 milhões de dólares.
Em nove meses de 2019, por exemplo, o Ministério das Finanças havia emitido um total de Obrigações estimadas em 739 mil milhões de kwanzas (1,29 mil milhões de dólares).

Fonte: JA

Isaque Lourenço