A Ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta revelou durante a habitual conferência de imprensa sobre a actualização da Covid-19, o custo mensal dos 250 médicos cubanos que chegaram no país no passado dia 10 de Abril.

Questionada por um jornalista, Sílvia Lutucuta recordou antes de responder a pergunta, que os médicos cubanos não vieram à Angola apenas para a ajudar na luta contra a covid-19 mas também para ajudar a capacitar os profissionais nacionais em diversas áreas especificas. O objectivo do Executivo é formar os quadros nacionais e dotá-los de capacidade para fazerem a diferença no sistema de saúde angolano.

“Não há problema em dizer que um médico custa em média, 5 mil dólares”, começou por dizer a ministra que prosseguiu assegurando que este é um investimento do estado angolano cujo os resultados serão visíveis a curto prazo. “Temos que valorizar o nosso capital humano e para valoriza-los, temos que investir na sua formação, os profissionais cubanos estão aqui para dar formação. O país esta preocupado com capital humano, não se faz medicina ou um sistema de saúde diferenciado sem o capital humano, daqui há 5 anos, não precisaremos de estrangeiros no nosso país, depois deste investimento”.

Angola conta com 70 casos positivos, com quatro óbitos, 18 recuperados e 48 activos a receber tratamento médico nos centros criados para o efeito.


Fonte: AngoRussia