Ojuiz no estado do Texas, EUA, condenou a Apple a pagar uma multa no valor de 506 milhões de dólares (cerca de 430 milhões de euros) por alegadamente ter infringido várias patentes de tecnologia LTE.

O valor reflete o facto de o tribunal americano ter considerado que o infringimento das patentes foi voluntário e com conhecimento de causa. Diz o Digital Trends que a multa engloba as ‘royalties’ que a tecnológica de Cupertino deve às detentoras das patentes, a PanOptics e a Optis Wireless Technology.

“Processos como estes vindos de empresas que acumulam patentes simplesmente para assediar a indústria apenas servem para abrandar a inovação e prejudicar os consumidores” pode ler-se no comunicado da Apple onde é referida a intenção de recorrer da decisão.

Fonte: Notícias ao minuto